EU NÃO QUERO UMA CIDADE CINZA!

A cidade tem sido pintada de cinza. Diversos murais e graffitis que se tornaram símbolos da identidade paulistana foram apagados pela prefeitura em nome do combate à pixação.

Para proteger a arte urbana de SP, criamos um mapa colaborativo do graffiti e entregamos em mãos ao Prefeito João Doria em pleno aniversário da cidade. O prefeito, após toda pressão da sociedade civil sobre o tema, se comprometeu a implementar políticas públicas de incentivo à arte urbana na capital, e afirmou, em alto e bom som, que os graffitis serão preservados.

Precisamos ficar de olho! Para nos ajudar a fiscalizar a promessa do prefeito, convocamos você para nosso grupo de ação. Inscreva-se pelo formulário para receber táticas de mobilização caso o prefeito tome novas medidas que desvalorizem a arte de rua. Afinal, uma cidade linda não pode ser cinza!

Inscreva-se para ajudar a proteger os graffitis em SP!

3840  pessoas declararam o seu amor à arte de rua!
DESAFIO: DECLARE SEU AMOR AO GRAFFITI!

Você pode continuar a nos ajudar a montar o mapa colaborativo #EuAmoGraffiti. Tire fotos dos graffitis e murais que você quer proteger em São Paulo e inclua no mapa ao lado pelo link: bit.ly/EuAmoGraffiti

O objetivo do mapa é criar uma memória coletiva da cidade que queremos, uma cidade viva e colorida que expresse a diversidade de sua população e de seus artistas.

Mais de 250 graffitis já haviam sido inseridos em nosso mapa colaborativo até a entrega ao prefeito João Doria, pego de surpresa no aniversário de SP, dia 25/01. Assista o vídeo desse momento aqui.



POR QUE A MINHA SAMPA ABRAÇOU ESSA MOBILIZAÇÃO?

A São Paulo que a gente sonha tem vida e muita cor! Queremos paredes e muros que expressem nossa cultura e arte urbana, algo tão característico da cidade, reconhecido internacionalmente.

O rótulo 'cidade cinza' foi sendo desfeito nos últimos anos. São Paulo virou a capital mundial do graffiti com uma nova surpresa a cada esquina.

Nossos muros contam muito de quem nós somos e queremos ser. Não somos cinzas, frios e estéreis. Somos vibrantes, alegres, coloridos e cheios de vida.